Empregos X Facebook: Como a rede social influencia na busca pelo seu emprego

A explosão das redes sociais na internet chama a atenção das empresas na hora da contratação. E o Brasil como líder no uso dessa ferramenta, com 86% dos brasileiros conectados a internet e donos de perfis digitais, deve ter bastante cuidado com o uso das mesmas. As redes sociais nas empresas já estão mais populares do que se imagina, além de seu grande e já conhecido potencial como ferramenta de marketing e publicidade, as corporações tem utilizado elas para definir se um candidato vai ser contratado ou não. Muitas instituições acessam os perfis dos potenciais funcionários nas redes sociais, principalmente o Facebook, e essa “espionagem” tem objetivo de verificar se o candidato se enquadra no perfil exigido pela empresa. A mídia social tem se mostrada uma grande aliada tanto para empresas para identificarem aspectos dos possíveis empregados, quanto para os candidatos oferecendo grandes oportunidades de carreira. Porém, está cada vez mais difícil diferenciar o perfil pessoal do perfil profissional na web. Por isso, vale ficar atento à algumas dicas de como manter e gerenciar o seu Facebook.
imagem-faceCom a expansão das redes sociais, que permitem a comunicação instantânea, muitos profissionais vêm abusando no uso dessas ferramentas e acabam sofrendo dores de cabeça. Levando isso em consideração, as empresas têm se antecipado e para evitar futuros problemas, definem as contratações de acordo com o perfil virtual de seus candidatos. Essa estratégia visa o entendimento do comportamento de seus funcionários na rede. Informações que falam mal do atual local de trabalho, dos colegas de empresa, reclamações quanto ao comprimento de horário, fotos de teor abusivo e irresponsável, passam a ser fatores decisivos na hora da contratação. Por isso, as organizações andam bem ligadas nas redes sociais, para encontrar um perfil de funcionário que mais se assemelhe com a sua própria política de funcionamento.

Uma contratação mal feita traz muitos prejuízos para a empresa, por isso, as redes sociais são uma forma de conhecer melhor os potenciais colaboradores e acertar na escolha dos profissionais. As empresas buscam quatro características pessoais básicas nos candidatos a uma vaga de trabalho: capacidade de liderança, capacidade para lidar com dificuldades e conflitos, produtividade e contribuição social. E mais do que no currículo essas informações podem ser notadas através dos perfis nas redes sociais.


Acompanhar o que funcionários fazem nas redes pode trazer frutos para as empresas. Esse monitoramento tanto dos possíveis funcionários, como os do já efetivados, ajuda no processo de construção de relacionamento entre empresa e empregado. E essa atividade reúne os conteúdos que circula, de forma livre e dispersa, de informações públicas que os funcionários liberam por livre e espontânea vontade, dessa maneira essa prática não se configura como invasiva ou de cunho ilegal, e vem apenas para somar no método construtivo de uma equipe.

As redes sociais, como o Facebook, já fazem parte do dia a dia de empresas e funcionários. Mas é preciso ter alguns cuidados ao usa-las, que podem ser decisivos na hora de uma contratação. O primeiro ponto a ser prestado atenção é o bom senso na utilização das redes sociais, sempre mantendo na internet a mesma postura que adotam no seu dia-a-dia.

Como-Preparar-Seu-Facebook-Para-Procurar-Emprego-00Os comentários e fotos postadas na rede devem ser de prudência. As postagens devem evitar falar sobre os chefes, colegas e a empresa, pois elas podem prejudicar a carreira. A rede de amigos também é uma coisa que merece atenção, pois eles podem divulgar fotos ou comentários feitos pelo perfil do funcionário, que podem o prejudicar. Também é importante que se tenha cuidados com a proteção, nem todas as informações precisam estar disponíveis para o público. Há mecanismos, por exemplo, para que suas fotos só sejam vistas por amigos. E, por melhores que sejam os mecanismos de privacidade das redes sociais, sempre haverá um modo de se saber tudo o que foi postado lá. Portanto, é primordial que o profissional comece a gerir a imagem que você deseja projetar ao mercado.

Na hora das publicações é preciso que se evite o excesso de informações pessoais. Quando se utiliza o facebook, significa abrir e partilhar informações com outras pessoas, por isso é preciso cautela com o que vai parar na internet. Algumas dicas: não compartilhe coisas ofensivas, de conteúdo preconceituoso ou com palavrões; não viole as políticas das redes sociais e muito importante: tente prejudicar ou humilhar outras pessoas através do seu perfil na internet. As empresas andam atentas a todos os comportamentos de seus candidatos na internet, a fim de evitar futuros problemas com essas condutas no ambiente de trabalho.

Hoje o Facebook é a mídia social mais utilizada no mundo todo, com mais de 400 milhões de usuários. A rede social constituída nessa ferramenta pode interagir com amigos e com o mundo virtual.  E as empresas encontram uma maneira de utiliza-lo ao seu favor para melhorar a equipe de trabalho.

Filed in: Empregos X Facebook

Você pode gostar de:

Empregos X Facebook: Como a rede social influencia na busca pelo seu emprego Empregos X Facebook: Como a rede social influencia na busca pelo seu emprego
Como ser criativo ao fazer seu currículo? Como ser criativo ao fazer seu currículo?
Currículo para o primeiro emprego – Como fazer? Currículo para o primeiro emprego – Como fazer?
Currículo em Ingles – Currículo Lattes e Vitae Currículo em Ingles – Currículo Lattes e Vitae

Leave a Reply

Submit Comment

© 2016 Plataforma Lattes. Todos os direitos reservados. XHTML / CSS Valid.
Plataforma Lattes.